Nem sempre fui assim...

Hoje sou o avesso do que eu era..... Não mais que uma menina, muitas vezes assustada, as vezes durona, mais no fundo, bem lá no fundo sou apenas alguém que tem sonhos , uma romântica sonhadora, que deseja ardentemente viver pelo maior motivo do mundo....
Quero viver por amor, pelo amor e para o amor....

terça-feira, 30 de novembro de 2010

::Achado::

Minha cabeça lateja
são dores que vão e voltam
Inconstantes, Inoportunas, Inexatas...
Teu nome vaga em minha lembrança
teu cheiro invade meus devaneios
Onde estará tu que dormes?
Onde estaria eu ?
Sussurros de um desejo recluso
doce é o cheiro
daquilo que envenena a alma
viciamo-nos em amor....
Desperta tu, levanto-me eu
adentremos amor sentido
ao amor amado com fogo e desejo....
VIVAMOS POIS!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Carta de Beethoven à Amada Imortal

Para a Amada Imortal

Manhã de 6 de Julho 

"Meu anjo, meu tudo, meu próprio ser – Hoje apenas algumas palavras a caneta (a tua caneta).

Só amanhã os meus alugueres estarão definidos – que desperdício de tempo....... por que sinto essa tristeza profunda se é a necessidade quem manda? Pode o teu amor resistir a todo sacrifício embora não exijamos tudo um do outro? Podes tu mudar o facto de que és completamente minha e eu completamente teu? Oh Deus! Olha para as belezas da natureza e conforta o teu coração. O amor exige tudo, assim sou como tu, e tu és comigo. Mas esqueces-te tão facilmente que eu vivo por ti e por mim. Se estivéssemos completamente unidos, tu sentirias essa dor assim como eu a sinto.

O meu dia foi terrível: ontem só cheguei aqui às 4 horas da manhã. Com a falta de cavalos, o cocheiro do correio escolheu um novo caminho, mas que terrível caminho, na penúltima paragem eu fui avisado para não viajar à noite, fiquei com medo da floresta, mas isso só me deixou mais ansioso - e eu estava errado. O cocheiro precisou parar na infeliz estrada, uma imprestável e barrenta estrada. Se eu estivesse sem todas as coisas que trago comigo teria ficado preso na estrada. Esterhazy, viajando pela estrada, teve o mesmo problema com oito cavalos que eu tive com quatro - sinto prazer com isso, como sempre sinto quando supero com sucesso as dificuldades.

Agora uma rápida mudança das coisas externas para as internas. Nós provavelmente devemos nos ver em breve, entretanto, hoje eu não posso dividir contigo os pensamentos que tive nos últimos dias sobre minha própria vida – Se os nossos corações estivessem sempre juntos, eu não teria nenhum.... O meu coração está cheio de coisas que eu gostaria de te dizer – ah – há momentos em que sinto que esse discurso é tão vazio – Alegra-te – Lembra-te da minha verdade, o meu único tesouro, o meu tudo como eu sou o teu. Os deuses devem-nos mandar paz... Teu fiel Ludwig

Segunda de tarde, 6 de Julho

Tu estás a sofrer minha criatura adorada – só agora percebi que as cartas deveriam ser enviadas nas segundas ou quintas de manhã cedo - os únicos dias nos quais o correio vai daqui para K. – Tu estás a sofrer – Ah, não importa onde eu esteja porque tu estás comigo – Vou arrumar tudo para que possamos viver juntos..... e que vida teremos!!! Assim!!!

Sem ti... perseguido pela bondade de algumas pessoas, que não quero receber porque não as mereço. Dói-me a humildade do homem diante do homem. E quando me acho em sintonia com o Universo, o que sou e quem é aquele a quem chamam o Todo Poderoso? E sem dúvida... aí então aparece de novo o divino do homem.

Choro ao pensar que provavelmente não receberás a minha primeira carta antes de sábado. Tanto como tu me amas, muito mais te amo!... Boa noite! Devo ir dormir. Oh, Deus! Tão perto! Tão longe! Não é o nosso amor uma verdadeira morada do céu? E tão sólido como as muralhas do céu?!

7 de Julho

Bom dia! Todavia, na cama se multiplicam os meus pensamentos em ti, minha amada imortal; tão alegres como tristes, esperando ver se o destino quer ouvir-nos. Viver sozinho é-me possível, ou inteiramente contigo, ou completamente sem ti. Quero ir bem longe até que possa voar para os teus braços e sentir-me num lugar que seja só nosso, podendo enviar a minha alma ao reino dos espíritos envolta contigo. Tu concordarás comigo, tanto mais que conheces a minha fidelidade, e que nunca nenhuma outra possuirá meu coração; nunca, nunca... Oh, Deus! Por que viver separados, quando se ama assim?

Minha vida, o mesmo aqui que em Viena: sentindo-me só, angustiado. Tu, amor, tens-me feito ao mesmo tempo o ser mais feliz e o mais infeliz. Há muito tempo que preciso de uma certeza na minha vida. Não seria uma definição quanto ao nosso relacionamento?... Anjo, acabo de saber que o correio sai todos os dias. E isso me faz pensar que tu receberás a carta em seguida.

Fica tranquila. Contemplando com confiança a nossa vida alcançaremos o nosso objectivo de vivermos juntos. Fica tranquila, queiras-me. Hoje e sempre, quanta ansiedade e quantas lágrimas pensando em ti... em ti... em ti, minha vida... meu tudo! Adeus... queiras-me sempre! Não duvides jamais do fiel coração de teu enamorado Ludwig. Eternamente teu, eternamente minha, eternamente nossos
.

sábado, 2 de outubro de 2010

::Desejo::

         Quero sentir teus lábios aventurando-se nos meus, tua barba roçando em meu rosto, o ar quente da tua respiração abrindo a minha pele  à esse novo mundo, esse novo fulgor....
          Anseio pelas tuas mãos descobrindo todo o meu ser , e minhas mãos desatando cada nó de vida existente em ti. Não mais as sombras, mas sim, o brilho do sol que cega e incendeia o novo ser que nasce a cada manhã... Esse aroma que embriaga e alucina é nada mais que a verdadeira paixão surgindo dentre escombros e flores, não mais necessário é subir no muro para ver a manhã, basta abrir os olhos, sentir a brisa, se deixar levar pelo vento...
           - Olha a Lua! Que bela sombra de inocência nos trás, nada mais agradável que a pureza a espera de ser descoberta, desvendada por seu admirador!

domingo, 13 de junho de 2010

Deleite de Sonhos


Tenho sonhado um sonho lindo, dançamos num palco onde uma luz unica brilha sobre nós. Você de palhaço com lágrimas nos olhos e um sorriso no rosto eu de bailarina, toda desengonçada e tímida. Meu vestido faz mil voltas enquanto você me pega em seus braços, me roda rodamos,dançamos, beijamos...
Cada beijo é como uma flor, uma margarida perfumada, alegre, que voa através da brisa de sonhos que nos envolve e não me deixa acordar. Suave como o vento, sua voz me inebria, me faz sair de mim... Ao voltar, jah sou mais que bailarina, sou a princesa em busca desse príncipe escondido em você, sou a menina frágil dos contos de fada, que necessita de teu braço forte, seguro, pra andar pela estrada de tijolos amarelos...
A cada passo me vejo fantasiando sonhos novos, envelhecendo e sendo feliz ao teu lado, vivendo a simplicidade de cada dia, de cada passo, lutando ao teu lado feito mosqueteira, "um por todos e todos por um!", enfrentando nossas dificuldades, vencendo nossas batalhas como Rei Arthur e Joana D'Arck ...
Agora, acordada quero ver esse lindo sonho se transformar em realidade, ser mais que uma princesa, ser uma garota, uma mulher, para estar ao lado desse homem maravilhoso que é você...

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Baile de Máscaras


A vida é destruída o tempo todo por palavras mal ditas, impensadas, mentirosas, falsas. Os sonhos morrem por causas do desastres ocorridos no dia-a-dia, coisas que fazemos, coisas que nos fazem...
Quando deixamos de sentir... Eis ai um problema realmente sério... quando deixamos de amar é porque fomos feridos por quem amamos, quando deixamos de sorrir é porque a dor tomou conta não apenas de nosso coração, mas também de nossas mentes, quando deixamos de abrir os olhos e acordar é porque deixamos de ter esperança, quando deixamos de ter esperança nas coisas ou nas pessoas é porque realmente tudo morreu dentro de nós...
Quantas vezes mais será necessário nos revestirmos de máscaras e fantasias e vivermos essa vida teatral em que a falsidade recebe "Oscars" por sua bela atuação, onde a verdade é repreendida a todo instante, onde a profundidade não é válida, pois a superficialidade é valorizada por permitir ao mundo uma falsa convivência, onde todos se dão bem, onde não existem problemas, onde a vida utópica é a melhor saída.
O que mais ser necessário entregar, fingir ou enganar para continuar vivendo neste mundo, por quanto tempo mais um coração será dilacerado por lobos famintos e sedentos do sangue de pessoas que apenas desejam uma vida simples de manhãs radiantes e cheias de esperança, banhos de chuva que lavam a alma, noites tranquilas e enluaradas ao sabor do amor...

sábado, 6 de março de 2010


O medo tem assombrado os corredores da minha vida.... Seram esses meus últimos passos?! Será esse meu ultimo suspiro?! Não existe mais horizonte a se seguir, os luzeiros apagaram-se com o sopro da morte. Que diriam as pessoas em meu último instante? Quantas veriam meu rosto enlameado pelo opróbrio.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Conto de Fadas Particular

Olho para os lados, tudo está tão difuso, embaçado... Não identifico os rostos que estão a minha volta. São várias paisagens e pessoas que se misturam em uma confusão de tons de cinza e preto. O verde das folhas me faz tanta falta, não cinto o cheiro do azul, nem mesmo o sabor do rosa. Quilos e quilos de cores sombrias interpelam minha face, me rodeiam, me escondem do mundo que ansiava tanto viver, meu sonhos, meu conto de fadas particular.
Meu sapinho lindo que um dia transformar-se-ia em um príncipe perfeito, de alma e coração tão puros quanto o beijo divino que Deus concede ao amantes que se deixam abençoar por Ele. Os cacos já não me servem para reconstruir o meu castelo, novos materiais devo improvisar, em meio a mediocridade da humanidade sórdida de línguas e bocas malditas...
Se agora só Deus me resta, que eu possa viver as cegas, e deixar que Ele guie meus passos, se apenas Deus pode cuidar de mim, que eu possa ser como criança em seus braços, ninar em seu colo, sem precisar pensar em futuro, passado ou presente, apenas dormir e sonhar os sonhos que Deus tem pra mim.
Que o meu coração possa voltar a sentir alegria vivida e conquistada no dia-a-dia, a simplicidade das conquistas realizadas através do esforço diário, que meus olhos possam voltar a se encher de lágrimas ao se deparar à beleza de uma flor singela, que eu possa nascer de novo...

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

s2...Passo a Passo...s2

Abro os olhos... Já é noite. Contemplo as estrelas, percebo que são as mesmas de antigamente. Em minha vida tantas coisas mudaram... Tantos sonhos se foram , abrindo espaço para novos sonhos. Olho a minha volta, minhas antigas amizades me retornam o amor que sempre senti, enquanto as novas despertam meu coração para minha novas descobertas...
Quantos dias ainda me restam, para esperar minha felicidade correr até mim, e num abraço profundo, encontrarmos o caminho que sempre buscamos. Quanto tempo viverei para amar de todo meu coração. quantas tardes contemplarei ao teu lado Senhor, esperando sonhar teus sonhos...
O futuro é algo temeroso em minha vida, mas também algo que anseio. Sei que existe algo maravilhoso reservado pra mim, mais a ansiedade e a vontade de viver algo lindo me fazem, muitas vezes, meter os pés pelas mãos...
Aprendo, a cada dia, que paciência é uma virtude que se cultiva todos os dias, objetivos são conquistados com muita persistência e perseverança, que o cansaço é apenas mais um motivo pra se esperar a vitória e que as derrotas nos fazem ter mais vontade de vencer...
Hoje vivo um dia de cada vez....s2

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010


Morrerei assim então...
Como leide que sou
Esperarei os dias,
Contemplarei as tempestades,
Dormirei a luz da lua
Pedindo as estrelas
Que me dêem uma ultima alegria...
Morrerei enfim...
Como diva que sou
sempre bela...
como a última das flores
como o arco-íris
no final da tarde
depois de uma chuva de verão
como o ultimo vôo da borboleta...


terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

MEU AMOR - MINHA VIDA

A noite invade minh’alma

Entrego-me a ela

Deixo-me levar por sua brisa serena

Não é mais ele que me envolve

Não são mais os seus braços

Que posso me entregar

Seu calor não aquecerá meu coração

Não nesta noite...

Teus olhos, gravados nos meus

Permitem-me ver-te, contemplar-te

Amo-te com amor eterno

Amo-te de coração aberto

Amo-te intensamente

Dar-te-ia minha vida

Para mais tempo ter

E encontrar a felicidade iria

E eu, feliz seria

Por saber que encontrastes a felicidade também

Que te guardem os anjos

Que Deus te ilumine

Para q eu descanse

Envolta nos braços do pai...

ME ABRACE ATÉ O FIM


Quando o beijo guardado
for a vontade executado
Quando o amor sentido
segredo já não for
Quando as mão trêmulas
encontrarem o calor de outra
Quando as pernas bambas
se firmarem no chão
Abrace-me até amanhã...
Quando já não houver
nem os dias nem as noites
Quando for tudo simplesmente
questão de segundos
Quando água e fogo
não mais se diferirem
Quando o amanhã chegar
Abrace-me até mais tarde...
Quando pararmos e contar os dias
Quando vivermos o amor
Quando percebermos a beleza da flor
Quando ser feliz for o único remédio
Quando a alegria povoar os corações
Quando mais nada importar
Abrace-me até o fim...

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Dessa vez não vou dizer muitas coisas...
Apenas que retomei algumas atividades
Que sempre me encantaram!
Minha faculdade.....
Me animei bastante conversando
Com meus colegas de empresa jr.
E vi como eu amo minha faculdade....
Então essa homenagem é pra mim....


Obrigada Aline....s2

hsuahsuahsuahsuahsuahsuahsu



video

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

...Pizpireta...


Coragem, força e decisão. Palavras que definem tantas e tantas mulheres que sofrem, choram, no entanto, levantam-se, dia após dia, por nunca desistirem de sonhar, por saber e confiar que existe algo muito melhor que as espera mais a frente.
Mulheres. Pessoas dotadas de uma feminilidade carismática inconcebível e indecifrável. Como resistir àquele sorriso que diz tudo o que se quer ouvir sem dizer nada ao mesmo tempo? Como não ver aquele olhar tão doce e tão quente que aquece e alegra o coração de quem o recebe?
Sempre existirá em nossas vidas aquela mulher que quando nos olha e nos sorri, existe algo tão especial em sua feição, que nesse mesmo instante sabemos que está tudo bem, mesmo que o caos esteja acontecendo a nossa volta, naquele instante estará tudo bem.
Sempre existirá em nossas vidas aquela mulher de abraço aconchegante, quando nos abraça transpomo-nos para outro mundo, estamos seguros. Seja mãe, irmã, amiga ou até mesmo uma amor talvez, enfim, sempre existirá aquela mulher em nossas vidas.
Dedico a todas as mulheres que não desistem de viver, que caem , mas se levantam, e sempre sorrindo. À todas as mulheres de fibra, de ferro; mulheres doces e irresistíveis, batalhadoras, insistentes e sempre, sempre lindas... À nós: MULHERES!

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

::À DEUS::

Começo pois minha despedida, dizendo adeus a noite
Aquela que eu tanto amei, as estrelas, a lua, sempre linda
Mesmo quando se escondia de mim!
Adeus as flores que morreram em meu jardim
E aquelas que não mais permitiram
Que cultivasse nos jardins vizinhos...
Adeus ao canto dos pássaros que muitas vezes
Foi o som que me despertava pela manhã.
Adeus a madrugada que tantas vezes me encantou
Com seu silêncio acolhedor e aconchegante.
Adeus aos dias de chuva
Que enegreciam céu e o traduzindo aquilo que sentia
Tantas e tantas vezes.
Adeus a luz do sol, que nunca gostei.
Adeus aos campos de trigo
Que não mais sairão de minha memória
E que agora estará guardado em meu coração também
Que eu posa me lembrar, sempre,
De seus cabelos balançado com o vento.
Adeus.

sábado, 30 de janeiro de 2010

Espera Terminal


Durmo, durmo, durmo... Quantas noites mais dormirei esperando não acordar até que o primeiro raio de luz me desperte pra realidade que já não quero fazer parte? Quanto tempo mais esperarei minha vida desfiar-se em mil linhas soltas no espaço? Quantos dias, quantas horas, quantos minutos e segundos terei de ver escorrendo pelos muros de minha casa destruída pelo vento? De que vale uma vida morta? Qual é o preço a se pagar para não ter mais ilusões?Questões que invadem minha mente em todo amanhecer...
Não existe sentido na vida, quando já não se tem esperança, como também não existe sentido na morte, quando a vida já não existe... Quanto tempo mais terei de insistir em coisas que não são minhas? Sentimentos que não foram feitos pra mim? Sinto o vento batendo na minha porta caída sobre os escombros, sinto a chuva e os galhos secos batendo insistentemente na minha janela quebrada por causa do dilúvio, sinto tantas coisas, no entanto já não existem construtores capazes de soerguer minha velha casa.
As noites vem e vão, passam tão lentas e vagarosas que uma hora parecem três, insisto mais um pouco, peço que ela ande depressa, par que tudo acabe logo, durmo mais um pouco, pra não contar os segundos de solidão e desespero, durmo pra não ver as lágrimas escorrendo, fecho os olhos, pra não sentira dor que os meu olhos me trazem, não ando, não corro , pois sei bem pra onde eu iria!
Será esse o fim da vida que tanto temem chegar? Se for, poso advertir, não temam, pois não tem nada de mais, tudo consiste apenas em uma espera, que não sabemos até quando existirá, insistimos até que em algum instante não precisaremos mais insistir, apenas nos deixar levar pela calmaria de algum vento bom, que nos levara para algum lugar onde não precisaremo sentir, ver, chorar, correr ou caminhar, onde, enfim poderemos apenas descansar. Sonho, sonho, sonho...

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Possibilidade Terminal

É incrível como a vida começa e depois termina, aquilo que acontece em seu meio pouco importa... Estamos tão iludidos e obstinados a sonhar, viver, trabalhar, ter uma familia, que não nos damos conta que isso é muito banal!
Hoje parei pra pensar, e percebi que minha vida sempre foi rodeada de sonhos, príncipes princesas, SAPOS (sempre fui apaixonada por sapos), sempre esperei que um dia alguém iria me amar desesperadamente e sonharia , junto comigo com um amor pra além da vida, um amor que fosse capaz de percorrer toda eternidade... eu vivia uma imensa fantasia que não tinha fim. Até que um dia , a vida tratou de me desperta do meu sonho, hoje, olho pra tudo isso, olha pra tudo aquilo que eu fui e tudo aquilo que eu sou agora e vejo o quão frágil é a nossa vida, como somos pessoas fracas que se deixam levar tão facilmente por uma promessa de felicidade...
Observando um casamento que acabei de ir, posso afirmar que o amor existe sim, ele é real, contudo, não foi feito pra todas as pessoas, talvez alguns experimentem apenas um projeto de amor durante toda a vida, outros experimentem a visão lúdica e não palpável de amor, e outros ainda, talvez nunca descubram o que é o amor, talvez estes procurem por toda a vida sem nunca encontrar.
Não sei mais os sentimentos que vivi, mais sei que foram fortes o suficiente pra não querer mais senti-los, pois a cada sentimento sentido (redundância*) era um pedaço do meu coração que morria, cada um que passou pela minha vida levou um pedaço dele e deixou outro pedaço morto... Triste?!?!?!? Talvez.... Só sei que , nesse momento, acho que não sobrou nem um pedacinho pra eu viver!
Vou insistindo, e na minha insistência, me sinto vegetando num mundo que não para nem por um segundo. Não respiro, não vivo, estou andando, indo, não sei pra onde, mais indo, pra quem sabe em algum momento, eu consiga chegar em algum lugar...